Financiamento imobiliário: o que você precisa saber?

Coisas que você precisa saber sobre financiamento imobiliário

Um imóvel é um bem que muitas pessoas não conseguem pagar à vista. Devido a isso, existe o financiamento imobiliário. Eles consiste em um empréstimo que é feito ao comprador por parte de uma instituição financeira ou pela própria construtora do imóvel.

O valor do imóvel é repassado e o comprador paga o financiamento imobiliário em prestações compatíveis à sua renda. Eles existem para que mais pessoas possam comprar sua tão sonhada casa própria.

Porém, esse benefício é concedido por meio de algumas exigências pré-definidas pelos bancos ou pela construtora que está vendendo o imóvel. No post de hoje, você irá saber quais são essas exigências. Boa leitura!

 

COMO FUNCIONAM OS FINANCIAMENTOS

Calculadora caneta e papel para financiamento imobiliário

Foto: Reprodução

O financiamento imobiliário é um empréstimo concedido a pessoas que possuem renda equivalente ao valor do imóvel que se deseja comprar. Caso os valores sejam compatíveis, a instituição concede ao comprador o valor do imóvel à vista e o morador paga em prestações que variam também de acordo com quanto ele recebe por mês.

Porém, esse empréstimo é concedido com a imposição de juros sobre o valor do imóvel, que pode ser corrigido ao passar do tempo. O período de pagamento pode variar de anos a décadas, dependendo do valor da prestação.

 

PROGRAMAS DE APOIO

Poupança para financiamento imobiliário

Foto: Reprodução

É possível obter apoio governamental na realização do financiamento imobiliário. Portanto, pessoas que possuem média ou baixa renda podem aderir a programas como o Minha Casa Minha Vida, da Caixa Econômica Federal, que facilitam a liberação de crédito para o financiamento. Através dele, os interessados em comprar um imóvel ganham benefícios que vão desde a diminuição dos juros até subsídios no valor total da compra.

 

DÁ PRA USAR O FGTS?

Carteira de trabalho FGTS para financiamento imobiliário

Foto: Reprodução

Dá sim! O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é uma espécie de poupança feita para o trabalhador que é alimentada pelas empresas as quais ele presta serviço. Esse valor pode ser utilizado para diversas ações, sendo algumas delas ligadas ao financiamento de um inóvel.
Com o fundo, dá pra quitar parcial ou totalmente o valor do imóvel (caso haja renda suficiente), dar entrada, diminuir o valor das prestações remanescentes ou quitar o saldo devedor.

 

MINHA RENDA É SUFICIENTE?

Mulher calculando financiamento imobiliário

Foto: Reprodução

 

Isso é relativo. Dentre as variáveis, o valor do imóvel que você deseja comprar e sua capacidade de organização financeira farão a diferença. Porém, ser educado economicamente e manter um planejamento à risca sem dúvidas farão você conseguir concretizar o financiamento imobiliário. Assim sendo, concretizará o sonho de morar em um canto só seu.

Financiamentos de imóveis costumam ser longos. Grande parte deles podem chegar aos 30 anos. Por isso, alguns sacrifícios provavelmente deverão ser feitos para que esse sonho possa se tornar realidade. Gastos supérfluos, por exemplo, devem ser cortados o quanto antes.

 

E SE MESMO ASSIM NÃO DER?

Não se preocupe. Nos financiamentos bancários, é comum que os compradores compartilhem renda com um cônjuge ou outro familiar. Isso serve para que as rendas, juntas, possam se complementar e fazer com que o financiamento seja possível. Porém, a responsabilidade financeira deve ser redobrada, visto que nesse tipo de financiamento o valor das parcelas pode aumentar.

 

Conseguiu tirar sua dúvida? Conta pra gente nos comentários! Aproveite para conhecer os novos empreendimentos da V2 Construções e escolha o que mais combina com você. Ah, nos siga também nas redes sociais!

2018-09-04T18:12:56+00:00