Apartamentos sustentáveis: economia que faz bem ao planeta

Apartamentos sustentáveis são uma grande tendência dentro do mercado imobiliário. Afinal, com o uso de tecnologias com preocupação ecológica e planejamento arquitetônico, o apartamento pode ser muito mais eficiente. Isso engloba o consumo de energia, o conforto e a responsabilidade com o meio ambiente. Dessa forma, confira neste texto algumas das técnicas que compõem um projeto de apartamento sustentável. Confira!

 

Pisos e revestimentos ecológicos

Apartamentos sustentáveis com piso ecologicamente correto

Foto: Reprodução

Os pisos e revestimentos do seu apartamento sustentável podem desempenhar um papel muito importante, tanto para economizar com energia elétrica, como para se preocupar com o meio ambiente.

Pisos de bambu ou folha de bananeira, por exemplo, retém menos calor do que materiais como madeira maciça ou alvenaria. Consequentemente, isso permite que o seu imóvel fique mais fresco no verão e não fique tão frio no inverno.

Além disso, se isso for combinado à tinta de terra, o seu apartamento estará utilizando apenas materiais renováveis para o revestimento de pisos e paredes. Todas estas matérias primas são biodegradáveis. Portanto, podem ser descartadas sem causar dano ao meio ambiente no momento de reformar.

 

Aproveitamento de luz natural e ventilação

Apartamento sustentável com iluminação natural

Foto: Reprodução

O projeto de um apartamento sustentável sempre levará em conta a melhor aproveitamento possível de luz natural e de ventilação vinda do meio externo. É o que chamamos de bioclimática para os imóveis. Ao ser desenhado de maneira mais aberta e alinhado de maneira estratégica com as posições solares, o imóvel aproveita muito melhor a luz do sol, diminuindo a necessidade de iluminação artificial. É economia na sua fatura de energia elétrica.

Através do posicionamento e do planejamento estratégico das janelas, a ventilação corrente não encontra obstáculos em seu imóvel. Dessa forma, há uma circulação saudável de ar que ajuda na respiração e na manutenção da temperatura em seu apartamento.

 

Gestão de resíduos em apartamentos sustentáveis

Gestão de resíduos

Foto: Reprodução

Invariavelmente, todo domicílio gera resíduos domésticos descartados por seus moradores. Além da separação dos produtos que podem ser reciclados (consulte disponibilidade em seu condomínio), a sua residência também pode aproveitar de maneira otimizada os resíduos orgânicos que, na grande maioria dos apartamentos, acaba indo apenas para o lixo.

Um apartamento sustentável pode aproveitar estes resíduos através de uma composteira doméstica. Este instrumento converte o seu resíduo de descarte orgânico em adubo usando técnicas bastante simples que envolvem minhocas, que ajudam a decompor substâncias orgânicas como restos de alimentos cozidos, legumes e frutas.

 

Energia solar para água e eletricidade

Placas solares são tendência em apartamentos sustentáveis

Foto: Reprodução

Um apartamento com projeto sustentável aproveita do sol tudo o que ele oferece no que diz respeito a calor, luminosidade e energia. O calor solar, por exemplo, pode ser absorvido por sistemas de aquecimento solar. Placas escuras absorvem a luz e esquentam a água que será utilizada para banhos ou para uso na cozinha. É muito melhor do que usar aquecimento a gás, além de ser mais barato no longo prazo.

A luz que o Sol emite pode virar eletricidade. Após passar por células fotovoltaicas, que convertem a luminosidade em corrente elétrica, esta energia pode ser utilizada por seu apartamento em conjunto com a energia da rede pública (diminuindo a conta de luz com créditos de energia), ou de maneira completamente autônoma, caso haja capacidade para tal.


Todos os instrumentos que mencionamos neste texto provocam uma grande economia financeira para o seu imóvel. Além disso, ajudam a cuidar do planeta. Seja ambientalmente sustentável em sua residência! Se você gostou desse artigo, continue acompanhando nossas novidades preenchendo o formulário acima!

2019-04-12T15:54:22+00:00